Me Engrama – Elementos Suspeitos

As votações foram encerradas

No dia 24/07/2020 divulgaremos a lista dos finalistas.

Nome: Elementos Suspeitos

Cidade/Estado: Maracanaú Ceará

Nome da Música: Me Engrama

Letra da música:

Me Engrama. (Dino C. e W.Pity)
Produção Musical: Dj Ice Jay

Como é foda mah!!! Olhar ao lado e encarar
Os passos, Os autos, Os fatos se sentindo um nada
A lição ficou em casa, Que encherga e reconhece
Abençoa o meu filho, atenda a minha prece
Tem que acertar pra não pagar um alto preço
Lágrima e sorriso, entre mãe e filho, no espelho refletido
Quem trombou não ajudou, ficou rendido
E pela omissão, Então me sinto sem chão
Faz doer coração, se pá perder a razão, Por Deus me liberta desta prisão
Eu e a Dama de Branco que só me via nos finais de semana
Agora todo dia me chama, pra deitar na sua cama
Me olha nos olhos e ainda me diz que me ama, me chama, me chama, me chama, me chama…
Só me engana, ilude, desanda, Só sangue na garganta
Sem grana com as grama e as dona sem fama
Achando que com elas tudo posso, Sem ela depressão remorsos e os sonhos feitos em destroços
Logo eu exemplo a alguns anos atrás, Não aceitava nem se quer um cigarro aceso na sala rapaz
Minha Dona cansada, do meu lado ainda em mim acredita
Passa noites em claro no aguardo da minha volta na manhã seguida
Meio dia em ponto e não fiz nada ainda
De tarde já é tarde, não priorizo as prioridades no final da tarde
Aguardo e torço para que a noite não passe, Na realidade feito um refém
Pago Péco e Piro, Perdi a noção até que ponto estou envolvido
Do fim ao início, Soluços e os riscos, Das trevas minhas idéias vão além das minhas batidas
Na Séda ou na Chave acelera a mente e o coração está ciente que não bate apanha
Mas eu tenho a mãnha, tá tranquilo e operante,
Deus me quer, Mal me quer vou seguindo adiante, são carreiras avante…

Me Engrama…Me Engana que eu gosto
100 Grama…Pra Sonhar eu não posso
Me Engana…Tô pronto pros negócios
Sem Grana…O que é isso sócio?

Logo logo em seguida sem saber os motivos
Vai chegando a equipe da divisão de homicídios
Perícia forense, rabecão o cerco fechado
Bebida e muita puta farinha muito sangue no prato na tarde de sábado
No pega não pega no pinote vai sendo seguido
No meio das crianças a sequencia de tiros
Acionaram o Samu, encostou o perito
Em cima do corpo o choro dos filhos
A mão boba no bolso livrando o flagrante do pai bandido
Mais um crime de morte de forma misteriosa
Eita maldosa pistola com pasta de coca
Saudosa propina na cancela seguida
Na ida com as grama na Land Rover
Na volta com muita grana e a pistola esquecida na Discovery
Famílias esquecidas e desajustadas, Sem perspectivas encarando drogas muito mais que pesadas
Que encaram e vendem um sonho seu
Quer botar no pulso um Reserva, um BoutZeus
De movimento suíço cronografico
Detalhes em cabos náuticos
É o preço da vida no jogo do tráfico
Adiante pros perante reclamante no que você acredita
Nas flores no tumulo da mãe ou no laudo do legista
Apontando a cocaína como principal perda da sua vida
Só a mãe chora no game over é só uma vida
Cai pra cima
E alimenta mais um preço desta quadrilha

Me Engrama…Me Engana que eu gosto
100 Grama…Pra Sonhar eu não posso
Me Engana…Tô pronto pros negócios
Sem Grana…O que é isso sócio?